Casa do médico de S.Rafael

A Casa do Médico de Sines foi inaugurada no dia 19 de Julho de 2008. Foi construída com base no edifício antigo de São Rafael, que se encontrava em ruínas, recuperando um espaço nobre da cidade de Sines e um dos seus edifícios mais carismáticos, cuja traça foi respeitada.

O equipamento conta com 20 quartos, restaurante, biblioteca, sala de estar e sala multiusos. Ler mais

INFORMAÇÂO

Desde o passado dia 1 de Fevereiro que a Casa do Médico de Sines funciona em novos moldes. A gestão desta unidade pertence agora à empresa Tulital, Turismo do Litoral Alentejano, com quem o Conselho Regional do Sul estabeleceu um contrato de locação de imóvel por 10 anos, mantendo “no entanto condições económicas mais favoráveis para os médicos que ali se desejem alojar”, como refere o contrato de locação aprovado pelo CRS na sua reunião de 12 de Janeiro.

A Casa do Médico de S. Rafael acumulava um exercício anual negativo desde a sua criação, pelo que significava um custo permanente e era uma das preocupações financeiras que o Conselho Regional enfrentava. Com esta medida, a Ordem deixa de ter este custo permanente, para além de ter garantido que o pessoal adstrito à Casa do Médico mantenha todos os direitos e o seu histórico de funcionários intactos.

Em síntese, os médicos continuarão a usufruir das condições especiais que tinham para alojamento e estadia na Casa de S. Rafael.

Contactos

Morada

Quinta de S. Rafael, lote 36

7520-266 Sines

Coordenadas GPS

N 37º 57,215’
W 8º 51,812’

Telefone

+351 26 986 08 00

Telemóvel:

+351 96 793 48 66

Email

hotel@cmsrafael.com

A casa piso a piso

O espaço da Casa do Médico de S. Rafael reúne todas as condições para o gozo de uns merecidos dias de descanso. No edifício principal, que tem dois pisos e sótão acima do solo e ainda uma cave, ficam a recepção, os salões, o restaurante e o bar, uma biblioteca, gabinetes de apoio, sala multimédia, áreas de estar exteriores voltadas para o mar, bem como todas as áreas de serviço necessárias: cozinha, sanitários, lavandaria, instalações para o pessoal e arrumos. O novo edifício adjacente dispõe de dois pisos acima do solo, onde se situam os quartos, todos com casa de banho privativa e área de arrumos, e uma cave que acolhe a área de estacionamento e as áreas técnicas necessárias a um local desta índole. Os dois edifícios da Casa do Médico de S. Rafael estão ligados por um passadiço interior que permite a fácil comunicação entre eles e ambos estão equipados com sistemas de segurança contra riscos de incêndio e intrusão.


Construção cuidada

O autor do projecto da Casa do Médico da Secção Regional do Sul foi o arquitecto José Baganha, que apostou na manutenção da traça oitocentista do velho edifício, uma referência marcante na paisagem da cidade alentejana. Assim, o especialista optou por recuperar todo o edifício original e associar-lhe uma nova construção, respeitando as características e o espírito da casa da Quinta de S. Rafael.

Quando foi divulgado o projecto, o arquitecto assinalou esse propósito: “Este edifício é emblemático na cidade, pelo que será rigorosamente reconstruído na sua arquitectura e volume exterior e reformulado interiormente, preservando-se assim a memória de uma casa que faz parte da história de Sines e que marca presença no perfil da cidade de uma forma tão significativa que seria impensável alterar essa marca sem descaracterizar irremediavelmente a imagem da cidade”.

A nova construção adjacente está ligada à original por uma passagem ao nível do primeiro andar. Assim, a comunicação entre os dois edifícios é fechada e assenta sobre um arco que permite a circulação pedonal entre aquela zona e o centro da cidade. José Baganha revela o espírito desta nova construção: “O edifício novo alia o desenho contemporâneo às referências da arquitectura tradicional da região”. Trata-se de um “sítio perfeito, com uma vista esplêndida, calmo e inserido na cidade” o que incentivará a adesão dos médicos de todo o país e do estrangeiro. “Descendo as escadas estamos na praia, o centro histórico da cidade e o seu castelo estão a dois minutos a pé e Sines tem já um centro cultural e um moderno centro de artes”. Quem se decidir pelo recato da Casa do Médico, disporá também dos benefícios de uma cidade que tem “um novíssimo centro cultural, com óptimas instalações e sempre com acontecimentos, exposições, espectáculos, belíssimos restaurantes” e outros serviços, como cafés, comércio, farmácias, piscinas ou ginásios.

Restaurante Quinta de S. Rafael

Para aceder a informação sobre o restaurante Quinta de S.Rafael clique aqui.