Miguel Guimarães: "Não há preparação nos hospitais, apenas caos"

Miguel Guimarães: "Não há preparação nos hospitais, apenas caos"

Entrevista ao Bastonário da Ordem dos Médicos

 

CM - Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) estão preparados para a prevista epidemia de gripe?

Miguel Guimarães - Não. Não há qualquer preparação nos hospitais, há apenas caos. É importante que a Direção-Geral da Saúde e os ministérios da Saúde e das Finanças rapidamente tenham os planos de contingência aprovados e não sujeitos a aprovação prévia.

CM - Qual é a importância das "aprovações prévias"?

Miguel Guimarães - Para depois, na altura da epidemia, ser possível contratar mais médicos, enfermeiros, o que for preciso. De forma a que não aconteça como no passado, em que as autorizações demoraram mais de uma semana. Quando chegaram, o surto já tinha acabado.

CM - Como é que o SNS pode melhorar a resposta à epidemia da gripe?

Miguel Guimarães - Apostando na prevenção. Se sabemos que todos os anos existem picos, temos de reforçar as equipas de profissionais de saúde antes, não depois. Uma vez que isto não acontece, é importante que as administrações hospitalares tenham autonomia para ativar os planos de contingência.

 

Fonte: Correio da Manhã, 6 de janeiro 2019

7 de janeiro de 2019

Name:
Email:
Subject:
Message:
x
Eventos
«janeiro de 2019»
segterquaquisexsábdom
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910
Alertas por email (RSS)
Subscreva todas as Notícias e Actividades da Secção Regional do Sul da Ordem dos médicos via RSS. Clique aqui e conecte com o seu email.
Em alternativa pode subscrever cada categoria individualmente clicando no respectivo ícone cor-de-laranja.
Arquivo de Notícias

Arquivo